5 atitudes para ser mais sustentável

5 atitudes para ser mais sustentável

COMPARTILHE
/ 10423 0

O mundo precisa de nós, Earthkeepers. É nosso dever nos tornar guardiões do que há de mais importante: o nosso planeta. Proteção, cuidado e respeito devem guiar nossas atitudes, promovendo cada vez mais ações sustentáveis que permitam que a nossa existência e experiência aqui sejam as melhores possíveis. E é por isso que a Timberland se preocupa tanto em fazer a sua parte, criando sempre metas ambiciosas focadas na sustentabilidade.

Por exemplo, você sabia que, para 2020, temos o objetivo de utilizar em nossa fabricação 100% de algodão original dos EUA ou de qualidade superior? Hoje, isso representa apenas pouco mais da metade de nossos produtos. Além disso, queremos usar somente couro de categoria prata ou ouro da LWG – empresa que nos fornece o material –; atualmente, esse índice está em 94%. Outra meta que é muito importante para nós é a de ficar 100% livre do uso de plástico em nossos calçados e roupas. Neste quesito, estamos quase lá, pois já somos 98% PVC-free!

E seguindo essa tendência, muita gente também tem interesse em fazer a sua parte, mas acaba tendo dificuldade em encontrar meios para colocar em prática atitudes mais sustentáveis. Por isso, decidimos te ajudar nessa missão, apresentando algumas alternativas.

  1. Separe o lixo

Parece simples e básico, mas muita gente não faz; às vezes por preguiça, às vezes por falta de espaço, às vezes por falta de informação mesmo. Mas com um pouco de força de vontade e conhecimento, é possível separar o lixo reciclável do orgânico, contribuindo com o descarte sustentável. Inclusive, o próprio Ministério do Meio Ambiente dá algumas dicas bem interessantes sobre o assunto.

(Crédito: Free the Essence)

  1. Faça compostagem e plante

Que tal, além de fazer a separação dos lixos, realizar a reciclagem do orgânico? Essa prática possibilita que, de fato, se retorne diretamente o bem que a terra nos proporciona, afinal, a compostagem é a decomposição dos resíduos orgânicos que gera um composto rico em nutrientes para ser usado como adubo. Encontramos essa postagem bem bacana da Associação Plante Vida falando um pouco mais sobre o assunto e ainda ensinando a fazer uma composteira com caixotes de madeira!

(Crédito: Veja SP)

— Conheça artista que transforma lixo do mar em obras de arte —

  1. Pratique o consumo consciente

O consumo não está associado apenas bens materiais e não traz consequências exclusivamente pessoais; nossos atos impactam toda uma comunidade. Estamos falando também de recursos, como água e energia, e mudanças simples como a utilização de lâmpadas fluorescentes ou de LED, a compra de eletrodomésticos com selo Procel e até a implementação de sistemas de energia solar são muito válidas.

  1. Utilize menos plástico descartável

O plástico descartado é um dos maiores vilões da saúde do planeta por ser de difícil descarte, já que não pode ser queimado (pois sua fumaça é tóxica) e nem enterrado (devido a sua lenta decomposição). No entanto, no Brasil, uma única pessoa é capaz de gerar em torno de 60 kg de lixo plástico por ano! Se diminuirmos a quantidade de copos descartáveis e de sacolas, já será de grande ajuda. Leve sua sacola retornável para as compras e dê preferência a copos de vidro ou squeeze, afinal, estudos comprovam que se usa 5x mais água na produção de copo plástico descartável do que na higienização de um reutilizável.

  1. Diminua o uso do carro

Fazer esquema de carona entre amigos, usar transporte público, ir de bicicleta ou a pé (para os mais sortudos!) é uma mudança e tanto, mas que vale a pena não só para a saúde financeira, como para a física, a mental e a de nosso planeta como um todo. Existe até uma iniciativa, o Dia Mundial sem Carro – 22 de setembro –, que incentiva essa prática.

(Crédito: Diário do Transporte)

E se você acha que é tudo muito difícil, saiba que não é. Inclusive, há pessoas e famílias que conseguem ficar sem produzir lixo nenhum! Coloque algumas ações em prática e veja que é tudo uma questão de começar. Vai viajar neste feriado de 1º de maio? Já pode ser uma ótima oportunidade para colaborar com a causa, hospedando-se em locais sustentáveis!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.