Conheça o Movimento Lixo Zero

Conheça o Movimento Lixo Zero

COMPARTILHE
/ 1516 0

Você já deve ter ouvido falar do Movimento Lixo Zero. O nome já deixa a dica do que se trata e, neste post, iremos te explicar tudo o que você precisa saber.

A ideia nasceu de uma ONG que é pioneira na disseminação do conceito Lixo Zero e por isso leva o nome do movimento com o objetivo de apoiar o poder público, as empresas e a sociedade geral na adoção de medidas sustentáveis em relação a não geração e à gestão de resíduos.

De acordo com a descrição do próprio movimento, “com três anos de vida, o Movimento Lixo Zero reúne diversas empresas que já aderiram à cultura Lixo Zero. O sucesso só é possível graças à adesão de empresários conscientes e à inserção da prática da não geração e da logística reversa, envolvendo uma grande mudança de hábito dos colaboradores internos, externos e clientes”. Ou seja, com o apoio de grandes empresas, corporações e grupos interessados, aos poucos, essa ideia vem sendo disseminada. Dentro do movimento, existe o conceito dos 5 Rs: recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e reutilizar. Entenda como utilizar os 5 Rs:

Recusar

Esse é o primeiro passo e, ao mesmo tempo que parece fácil, pode ser bem complicado acostumar, já que vivemos no automático do dia a dia. Ao recusar um produto que prejudica a sua saúde e o meio ambiente, você já está contribuindo para um mundo mais limpo e saudável. Prefira produtos que tenham compromisso com o meio ambiente e, nos mercados, recuse sacolinhas plásticas (utilize ecobags) e produtos que não são recicláveis.

Reduzir

Literalmente consumir menos produtos e escolher aqueles que tenham menos embalagens ou, pelo menos, que sejam mais econômicas. Reduzir é viver somente com o que precisa. Reduzir também está totalmente ligado ao primeiro R, Recusar, pois, a partir do momento que você reduz, também está recusando tudo o que é desnecessário – e vice-versa.

Reutilizar

Ao reutilizar, você diminui consideravelmente a produção de lixo. Além de ampliar a vida útil do produto, também existe aí uma economia na extração de matérias-primas virgens. Se não souber por onde começar, comece pelo papel. Por conta do desmatamento, o papel é um dos produtos que mais tem impacto na devastação do meio ambiente. Reutilize papel, começando por usar os dois lados de uma folha, por exemplo.

Reciclar

O sistema de reciclagem no Brasil é um bastante deficiente, em todos os sentidos. Ainda falta muito para que nosso país seja referência no assunto. Mas apesar de ser uma ação revolucionária (e talvez o R mais esperado quando se fala em consciência ambiental), ele só vem depois dos 3 Rs acima. Sempre que puder, faça a coleta seletiva. Informe-se no seu bairro sobre os dias em que passa o caminhão (geralmente são em dias alternados ao da coleta de lixo comum) e faça a sua parte.

Repensar

Repensar hábitos de consumo é um trabalho diário e envolve todos os Rs. Faça sempre um exercício de pensamento ao se deparar com alguma situação em que se vê na vontade de consumir. Você realmente precisa daquilo? Está agindo por impulso? O que você faz com os seus produtos antigos assim que compra um novo? Sejam eles eletrônicos, calçados, roupas… Simplesmente joga fora ou tenta fazer um descarte adequado (reciclar)? Tenta ressignificar e aumentar a vida útil desse produto de alguma maneira (reutilizar)?

Pode não parecer muito fácil no começo, mas, aos poucos, tudo fica mais natural. Fiquem ligados nos posts aqui do blog porque traremos mais pautas desse tipo para vocês.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.