Sustentabilidade nas empresas

Sustentabilidade nas empresas

COMPARTILHE
/ 2077 4

Sempre falamos aqui na sessão Earthkeepers do blog sobre como você pode desenvolver hábitos em casa, no dia a dia, para ajudar a preservar o meio ambiente. Isto é muito importante, mas, pelo impacto que causam,  o papel das empresas na preservação ambiental é proporcionalmente mais impactante que o dos indivíduos. Produções, fábricas, grandes edifícios, processamento de alimentos, confecção de roupas e calçados… Tudo isso gera resíduos, consome energia, água e emite CO2.

Depositphotos_6594844_m

Mas a boa notícia é que seis em cada dez empresas brasileiras já sentem que precisam mudar seus velhos hábitos. Os dados são de um estudo sobre o tema conduzido pelo Instituto Ilos. Eles levantaram que quase metade das empresas brasileiras já possui políticas específicas para o setor de sustentabilidade.

Os cidadãos brasileiros não ficam atrás. Uma pesquisa realizada pela revista National Geographic em 2010, que investigou hábitos de 17 mil consumidores em 17 países, concluiu que o Brasil está em segundo lugar no ranking de consumo sustentável. Mas o que de fato é importante e o que as empresas têm feito? Basicamente, a redução do consumo de água e energia, do desperdício e o reaproveitamento de recursos são as quatro grandes áreas onde é possível fazer ações concretas, e vamos mostrar alguns exemplos em cada uma delas:

ção do consumo de energia e emissão de CO2

Uma grande empresa brasileira do ramo químico tem planos de reduzir o uso de energia em 25%, diminuir as emissões de CO2 em 2,5% ao ano e descobrir ao menos três inovações que aumentem a consciência sustentável da companhia. Para isso vão fazer pesquisas específicas na cadeia de produção e destinar investimentos para atingir essa meta. Na área de Tecnologia, foi criado o termo TI verde para designar ações visando principalmente a redução do consumo de energia, que é alto nesse setor. Começaram com plataformas que tinham mais eficiência energética e por isso não precisavam de tanto consumo, e hoje o setor de TI já é um grande exemplo com inovações que conseguem diminuir pela metade o consumo.

Redução do consumo de água

As indústrias e fábricas não tiveram dificuldade para encontrar formas de reduzir o consumo de água: adaptaram máquinas e recalcularam produções. Mas empresas de outros segmentos foram mais criativas! Uma grande produtora de filmes da cidade de São Paulo instalou um sistema de reaproveitamento de água da chuva que é utilizada em vasos sanitários e na mangueira do jardim.

Conheça aqui atitudes que você pode ter em casa e na sua empresa.

Desperdício

O desperdício de recursos não só causa impacto ambiental como também gera prejuízos para empresas de todos os portes, inclusive as pequenas. Um programa do Sebrae (Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa) da Bahia já foi implantado em sete empresas para diminuir o desperdício. Uma delas era uma pizzaria de Salvador. Com o método, foi detectado através de uma pesquisa que, dependendo da pessoa que a montava, a pizza podia ter até 40% a mais de ingredientes. Além do aumento nos gastos, essa diferença mostrava a falta de um padrão de qualidade do produto. Na primeira fase do programa, o dono da pizzaria e um consultor listaram as primeiras ações a serem implantadas na empresa: medir as porções dos ingredientes no processo de montagem das pizzas; definir a padronização dos ingredientes estudados; estabelecer um método de medidas/mensuração de fácil manejo; implantar e qualificar os funcionários no novo procedimento e sensibiliza-los para noções de desperdícios bem como de seu acompanhamento futuro.

Reaproveitamento

Na indústria, o processo de produção geralmente gera resíduos que não vão ser aproveitados no produto final, mas que podem ser reaproveitados. Um bom exemplo de como não desperdiçar estes materiais vem de uma das maiores indústrias petroquímicas do Brasil, em parceria com uma grande indústria de plástico. Elas usam as sobras de sua produção industrial para a confecção de bancos, lixeiras e floreiras que já foram instalados em espaços públicos das cidades de Paulínia (SP) e Maceió (AL).

Você que acompanha nosso blog deve saber que a preocupação com a preservação ambiental é constante na Timberland, afinal, fazemos produtos para você desfrutar as belezas da natureza. Em nossa linha Earthkeepers, que está cada vez maior, usamos materiais eco-conscientes como o PET reciclado de garrafas plásticas, a Green Rubber, que tem 42% de borracha de pneus reciclados e o algodão orgânico, produzido sem agrotóxicos. Também realizamos anualmente o Earth Day na Timberland, e neste ano nossos colaboradores no Brasil e suas famílias plantaram 300 árvores nativas da Mata Atlântica no Parque Alfredo Volpi, em São Paulo. Também estamos participando de uma grande iniciativa para plantar 5 milhões de árvores em Agroflorestas no Haiti. Além de tudo isso, criamos Green Index, um índice que mostra o impacto no clima, a presença de elementos químicos nocivos e o consumo de recursos em cada um de nossos produtos. Este índice já está sendo adotado na indústria de calçados esportivos como um todo.

Você conhece outros exemplos legais de como as empresas podem reduzir seu impacto ambiental? Conta pra gente nos comentários!

4 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.