45 destinos para ir com a sua Yellow Boot

45 destinos para ir com a sua Yellow Boot

COMPARTILHE
/ 123 0

Em comemoração aos 45 anos de Yellow Boot separamos para vocês uma lista de 45 lugares improváveis para explorar mundo afora com a sua bota. A icônica da Timberland combina com todos os cenários possíveis. E nós podemos provar.

1 – Terra Ronca, Brasil
Calcula- se que tenha 95 cavernas, quatro abertas ao turismo. A maior delas, Angélica, tem 14 quilômetros de galerias. Perfeito para quem gosta de se aventurar! O Parque Estadual Terra Ronca segue preservado graças à localização remota, em São Domingos, na divisa de Goiás com a Bahia.

2 – Rio Tapajós, Brasil
O melhor período para visitar a cidade é entre agosto e fevereiro, quando chove menos e lindas praias surgem no meio do rio.

3 – Huaraz, Peru
A 400 quilômetros de Lima, a porção mais alta dos Andes peruanos tem belezas que enchem os olhos. Da capital, são seis horas de ônibus até Huaraz, ponto de partida para os trekkings: às ruínas incas em Willcawain, ao sítio arqueológico de Chavin e a três lagos do Parque Nacional Huascaran.

4 – San Blás, Panamá
Aqu,i o viajante pode conhecer a cultura dos índios kuna, de origem caribenha, que governam o primeiro território indígena autônomo da América Latina. Destino perfeito para quem ama História.

5 – Tasmânia, Austrália
A Tasmânia é uma ilha que fica a 250 km do sul da Austrália. Famosa pelo seu “diabo”, tem um clima tropical e diferente da árida Austrália continental, parques com florestas e cachoeiras, como o Mount Field National Park, e diversas trilhas que fazem a alegria dos amantes da natureza.

6 – Shimla, Índia
Ao norte da Índia, Shimla está a 2.000 metros de altura, nas montanhas do Himalaia. A cidade tem uma forte herança colonial, percebida principalmente em sua arquitetura, e passeios em templos, igrejas, palácios e casarões espalhados pelas sete colinas que rodeiam a cidade.


7 – Messênia, Grécia
A região da Messênia, no sul do Peloponeso, tem um litoral tranqüilo, belas praias bem preservadas, colinas e lugares históricos como a Olímpia, onde eram realizados os antigos Jogos Olímpicos, e o Templo de Apolo Epicuro.

8 – Domínica, Caribe
A ilha caribenha da Dominica tem poucas praias e muitas florestas tropicais. Com sete vulcões em atividade, esta ilha situada entre a Guadalupe e a Martinica é um sonho para aventureiros em busca de trilhas por entre lagos, selva, vales e cânions.

9 – Kodiak, Alasca
O Alasca é uma das regiões mais selvagens e remotas do planeta. No sul do Estado, separado pelo Estreito de Shelikof, o Arquipélago de Kodiak – também conhecido como “Ilha Esmeralda” – tem paisagens estonteantes, com lagos e montanhas verdes e abundante vida animal, representada principalmente pelos Ursos de Kodiak que habitam a região.

10 – Highlands, Escócia
As terras altas da Escócia evocam guerreiros viquingues, montanhas espetaculares, lagos misteriosos e paisagens deslumbrantes.

11 – Palawan, Filipinas
A ilha filipina de Palawan é um paraíso terrestre, com águas cristalinas, praias de areia branca, palmeiras e ilhotas. Graças à sua biodiversidade terrestre e marinha incrível e suas águas tranquilas, Palawan é ideal para a prática de mergulho.

12 – Criméia, Ucrânia
O litoral ucraniano do Mar Negro, na península da Crimeia, é um local desconhecido para a maioria dos turistas do mundo. Por isso, é um bom destino para relaxar, em lugares como Yalta ou Simeiz, região conhecida como Riviera Russa.

13 – Península de Gaspé, Canadá
Área de mais de 30.000 km² esculpida pelo vento e pelo mar que abriga 25 dos picos mais altos do país e seis parques naturais, com atividades como caiaque, trilhas e passeios a cavalo.

14 – Shikoku, Japão
A menor e menos visitada das quatro ilhas principais do Japão é conhecida pela sua “caminhada da vida”, uma peregrinação que passa por 88 templos budistas, num circuito de 1.200 km.

15 – Curdistão, Iraque
Engana-se quem pensa que o Iraque não é um bom destino para uma viagem de férias. Por ser um oásis de paz e estabilidade na região, o Curdistão, no nordeste do país, atrai cada vez mais turistas que visitam suas cidades antigas, as ruínas que são testemunho da herança histórica e suas montanhas nevadas.

16 – Deserto do Atacama, Chile
O deserto mais inóspito do mundo – e também o mais colorido! Verde por conta dos arbustos rasteiros, azul pelo céu e branco dos nevados dos picos. Um espetáculo da natureza.

17 – Lençóis maranhenses, Brasil
Colocamos aqui mais um destino nacional porque nosso país tem muito, mas muito lugar bonito para visitar. Os lençóis são banhados de quilômetros de dunas entrecortadas por lagoas verde-esmeralda, que ficam cheias depois das chuvas do começo do ano. É de encher os olhos!

18 – Machu Picchu, Peru
Recomendamos madrugar e chegar na primeira hora da manhã para conseguir ver os primeiros raios de sol que abrem passagem pelo nevoeiro que cobre Machu Picchu durante a noite. Aos poucos, a névoa desaparece e revela a Cidade Perdida.

19 – Angkor Wat, Camboja
Descoberta no final do século 16, a capital do antigo império Jemer é considerada a maior estrutura religiosa do mundo.

20 – Agra, Índia
Nenhuma das listas dos lugares mais fascinantes do planeta estará completa se não tiver o Taj Mahal, que fica em Agra, na Índia. Uma das construções mais bonitas do mundo e a maior obra já construída por amor.

21 – Tikal, Guatemala
Localizado no coração da selva e considerado um dos locais mais importantes da antiga Civilização Maia, Tikal é um desses lugares que não te deixará indiferente.

22 – Yellowstone, Estados Unidos
Uma única visita ao Parque Nacional de Yellowstone já justifica qualquer viagem a esta bela região dos Estados Unidos.

23 – Abu Simbel, Egito
Muitas vezes ofuscado pelas impressionantes Pirâmides de Gizé, Abu Simbel também é um dos lugares mais fascinantes do planeta e que não pode deixar de ser visitado em qualquer viagem ao Egito.

24 – Cratera de Ngorongoro, Tanzânia
Considerada uma das maiores caldeiras vulcânicas do mundo, a Cratera de Ngorongoro também é um dos lugares mais importantes da Tanzânia, pois recebe milhões de viajantes em busca de contato com a natureza selvagem e de paisagens idílicas.

25 – Borobudur, Indonésia
Na Ilha de Java encontramos o maior monumento budista do mundo, que se ergue majestoso entre a vegetação e oferece uma visão realmente incrível da natureza ao redor. A estrutura do templo parece recriar uma mandala.

26 – Sigiriya, Sri Lanka
Considerado por muitos como o sítio arqueológico mais importante do Sri Lanka, Sigiriya se levanta a 370 metros sobre uma ampla planície, revelando o capricho da natureza.

27 – Ilha de Páscoa, Chile
Sonho de muitos viajantes, a Ilha de Páscoa está localizada a 3.600 quilômetros da costa do Chile, no oceano Pacífico, e é também um dos lugares mais misteriosos do mundo.

28 – Waitomo, Nova Zelândia
As grutas de rocha calcária, localizadas na Nova Zelândia, não seriam o que são, se não fossem os incríveis e inusitados habitantes de suas paredes: as larvas do inseto Arachnocampa luminosa. Esses bichinhos emitem uma luz brilhante, utilizada como chamariz para as suas presas, transformando o interior das grutas em um cenário totalmente fascinante.

29 – Pamukkale, Turquia
Chamado também de Castelo de Algodão, muitos dizem que este capricho da natureza é a 8ª Maravilha do Mundo. Formadas há mais de 15 mil anos pela água subterrânea que brota a mais de 34ºC, as poças são de um branco imaculado que dão a sensação de estar nas nuvens.

30 – Lago Moraine, Canadá
Localizado no Parque Nacional Banff, em Alberta, no Canadá, o Lago Moraine é um dos lagos mais belos do mundo. E não somos nós que dizemos! Sua imagem é uma das mais fotografadas do país, além de estar estampada nas notas de 20 dólares canadenses.

31 – Quinta da Regaleira, Portugal
Gosta de jardins? Então esse lugar é feito para você, porque tem grandes e luxuriantes jardins… Mas por lá também tem nevoeiros constantes, que adensam a aura de mistério do palácio.

32 – Leptis Magna, Líbia
Embora esteja localizado na Líbia, esse lugar é, na verdade, uma herança histórica do Império Romano. Esse é o destino se você tem o desejo de conhecer as obras dos homens de Roma sem necessariamente visitar a cidade italiana .

33 – Bagan, Myanmar
Uma cidade ancestral no coração de Myanmar, com paisagens de tirar o fôlego a cada passo dado.

34 – Chichilianne, França
Uma vista fantástica para quem está embaixo e uma vista fantástica para quem está em cima de seus mais de 2 mil metros de altura. Não existe experiência ruim quando se trata dos alpes franceses.

35 – Craco, Itália
Mais um destino de ponta para os amigos que gostam de história. Essa vila medieval fica cercada por vastas fazendas em terrenos irregulares. O resultado é uma vista incrível.

36 – Chapada Diamantina, Brasil
Mais uma vez um destino nacional, para te convencer, caro leitor, das belezas que temos em nosso país. Cavernas, cachoeiras, montanhas e vales rochosos. E o melhor: é na Bahia. O céu azul e temperaturas amenas tornam o ambiente perfeito para percorrer as trilhas durante o período da estiagem, que vai até novembro.

37 – Baja California, México
Penhascos e baías rochosas marcam a península de 1.280 quilômetros, onde brilha no extremo sul, em Cabo San Lucas. As praias são desertas e a fauna, diversa.

38 – Galápagos, Equador
Praias desertas, vulcões ativos, cormorões. Pouco mudou desde a visita de Charles Darwin, o viajante que revolucionou a ciência. Para preservar Galápagos, as normas são rígidas: não leve conchas, pedras ou penas para casa, não moleste os animais, não fume e não jogue lixo.

39 – Ilha do Sol, Bolívia
Na mitologia inca, o sol teria nascido aqui, nas alturas do Lago Titicaca e na vizinhança de Copacabana – a deles, não a nossa. O Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo. A boa por lá é navegar numa totora, barco a vela usado pelos incas.

40 – Monte Roraima, Brasil
Uma das formações mais antigas e especiais da Terra, na fronteira com Venezuela e Guiana. Só é possível chegar ao Monte Roraima pela Venezuela. De Boa Vista, os viajantes seguem por terra, geralmente em vans, até a cidade venezuelana de Santa Elena de Uairén. Depois de trocar o veículo por um 4×4, a viagem segue até a aldeia de Paraitepuy, onde começa a caminhada.

41 – Rota Romântica, Alemanha
Castelos, cidades de brinquedo de armar e edificações romanas. O trecho na região da Bavária, que tem 350 quilômetros e liga as cidades de Würzburg a Füssen, inspira por seus vilarejos, vinhedos e colinas. Os melhores são os castelos de Hohenschwangau e de Neuschwanstein, que inspirou Walt Disney a criar o da Cinderela.

42 – Santorini, Grécia
Casas caiadas de branco, domos azuis, beleza agressiva da cratera e sol a afundar no mar. Na região de Fira, que tem melhor infraestrutura e preços geralmente mais baixos, é possível visitar a Nikolas, uma autêntica taverna grega – aberta em 1962 – com ótimas opções da culinária típica, como o famoso peixe ao vinho, refeição ideal para curtir a praia depois.

43 – Guilin, China
Seu Rio Li é a maior inspiração dos pintores chineses. Em dias de sol, suas águas cor de jade refletem com perfeição as rochas magníficas e o céu majestoso.

44 – Koh Phi Phi, Tailândia
Rodeada por penhascos rochosos, a ilha é a representação do Shangri-lá. Apesar da superlotação na alta temporada, ir à Tailândia e não passar por Phi Phi pode ser um pecado. Não há aeroporto na ilha; chega-se partindo de outros balneários turísticos, como Phuket e Krabi, em barcos que demoram cerca de uma hora e meia. A melhor época é entre novembro e fevereiro. De junho a outubro, as monções estão com tudo – e é água o dia inteiro.

45 – Palau, Micronésia
Protegido por uma barreira de corais e considerado o paraíso do mergulho, o arquipélago tem 250 ilhotas, algumas virgens, como as Rock Islands. A Ilha de Palau, na Micronésia, é quase um segredinho, de tão isolada. Poucas operadoras brasileiras vendem pacotes para lá. O foco é o mergulho.

Ufa, quantos destinos, não é mesmo? Temos certeza que em todos eles você vai brilhar com a sua Yellow Boot.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.