Destino: Mata Atlântica

Destino: Mata Atlântica

COMPARTILHE
/ 2199 0

Se você nos acompanha nas redes sociais já deve ter notado o clima de natureza que pairou pela Timberland no último mês, a Tropical Forest. Para essa nova coleção, a Timberland se adaptou ao gosto brasileiro e trouxe inspirações que valorizam o conforto e estilo de quem preza por qualidade de vida.

E o que pode combinar mais com Tropical Forest do que a Mata Atlântica, a nossa floresta tropical nacional?

Quando falamos em destinos na Mata Atlântica, logo vem à mente as mais belas praias do Nordeste, que, de fato, são espetaculares. Já falamos aqui e aqui de alguns destinos na floresta tropical atlântica, mas o que poucos sabem é que no litoral paulista encontra-se uma parte considerável da floresta, que resistiu a grandes episódios da humanidade, como por exemplo, o desmatamento e as queimadas por conta do avanço dos cafezais dos anos 1800.

Atualmente, essa área é preservada, a fauna e a flora sobrevivem. A região também conta com a Costa da Mata Atlântica, selo que foi criado em abril de 2002 e que tem como principal objetivo o fomento econômico e social da região, por meio do turismo de negócios e de lazer. As cidades que participam do selo são: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente. Juntos, os nove municípios oferecem 161 quilômetros de litoral e muitas atividades e atrações culturais, históricas e naturais.
Conheça um pouquinho de cada uma delas:

Bertioga

Ao todo, são 33 km de praia com águas claras que abrigam um dos mais tradicionais redutos indígenas do Brasil, na Aldeia do Rio Silveira. O Forte São João, erguido em 1547, oferece uma belíssima vista para o Canal de Bertioga. No seu entorno, é possível encontrar o Parque dos Tupiniquins, local repleto de estátuas e artefatos históricos, além de uma imensa área de Mata Atlântica.
O Canal de Bertioga é uma boa opção para quem curte passeios de barco. Ali, há uma marina natural com várias escunas a espera do visitante. Outros destaques incluem a Praia da Enseada, com 12 km de extensão e faixa larga de areia, e a Vila Itatinga, uma vila tipicamente inglesa de 1910, onde até hoje se mantém em funcionamento a primeira hidrelétrica do Brasil.

Cubatão

Se você aprecia aves, Cubatão é o seu lugar. O local é abrigo de milhares de espécies, inclusive algumas ameaçadas de extinção. Além disso, parques ecológicos que ajudam a preservar a Mata Atlântica também são dignos de apreciação. Passeios de barco próximos aos manguezais são possíveis por ali e ainda te permitem ter contato com outro ecossistema. Na área urbana, tem o Parque Novo Anilinas, que reúne brinquedos infantis, um vão coberto com opções de jogos e espaços para a prática de exercícios e até mesmo uma sala de cinema.

Guarujá

Conhecida com a “Pérola do Atlântico”, é uma das praias mais famosas do litoral paulista, principalmente por ser um local propício à prática de esportes aquáticos. Se você quer uma vista deslumbrante da Baía de Santos, além de um passeio histórico, a dica é ir até o Forte dos Andradas.
A Praia de Pitangueiras concentra vários turistas graças ao comércio e por expôr a locomotiva mais famosa do Brasil, a Maria Fumaça, que, no início do século, realizava o trajeto entre Guarujá e Vicente de Carvalho – ela fica exposta no pavilhão que leva o seu nome. Além de tudo isso, a cidade abriga o maior aquário da América Latina, o Acqua Mundo, opção divertida para toda a família.

Santos

Você sabia que a primeira vez que o surf foi praticado no Brasil foi na cidade de Santos, em 1934? Pois é, Santos é um local cheio de peculiaridades. Lá, você pode embarcar em uma viagem pela flora brasileira dentro do Jardim Botânico Chico Mendes, espaço com 90 mil metros quadrados em meio à Mata Atlântica que reúne mais de 300 espécies de vegetais de diversas regiões do país. Depois, que tal ter contato com a fauna marítima de vários lugares do Brasil e do mundo no Aquário Municipal?
A principal paisagem do município é a orla. É impossível ir a Santos sem caminhar um pouco por ali. Ao todo, são 7 km de praias limpas com ciclovia ao longo de todo o caminho. Os fãs de futebol não podem deixar de visitar um dos templos mais sagrados do esporte: a Vila Belmiro, casa do Rei Pelé e de Neymar (o Memorial das Conquistas, museu do Santos FC, fica anexo ao estádio).

São Vicente

A primeira cidade do Brasil, fundada em 22 de janeiro de 1532! O local é especialmente atrativo para quem curte passeios nas alturas graças ao morro do Voturuá (ou Asa Delta), de onde é possível realizar saltos de paraquedas ou parapente. Além disso, o passeio de teleférico da praia do Itararé até o topo do morro também é uma opção para quem quer apreciar a vista com mais calma.
A Ponte Pênsil de São Vicente é outra parada obrigatória. Se você quer apreciar a Baía de São Vicente e a Ponte, vá até a Praia dos Milionários, um lugar tranquilo e cercado de rochedos. A Ilha Porchat também é um local de destaque da cidade, onde se encontra um mirante projetado por Oscar Niemeyer, além de clubes e restaurantes.

Praia Grande

A orla da Praia Grande tem 43 km de extensão, cobertos por uma ciclovia e com um grande apelo cultural. Na cidade, você encontra o Complexo Cultural Palácio das Artes, o principal da região, que conta com museu, teatro e galeria, além da Praça da Paz, local com sete esculturas ocas gigantes de personalidades históricas, todas assinadas pelo artista plástico Gilmar Pinna.
Outra atração é o artesanato local. A cidade conta com quatro áreas destinadas exclusivamente para isso nos bairros Caiçara, Guilhermina, Ocian e Solemar. A Fortaleza de Itaipu é uma boa opção para quem gosta de passeios históricos, enquanto o Orquidário Municipal pode ser um destino mais tranquilo para apreciadores de flores.

Mongaguá

A Costa da Mata Atlântica é recheada de recordes. O de Mongaguá fica com a Plataforma de Pesca Amadora, a maior do mundo feita em concreto armado. Com extensão de 400 metros mar adentro, ela forma um “T” com 86 metros em cada braço. Se você está em busca de tranquilidade, este talvez seja um dos principais destinos na região, com locais para pesca, piscinas naturais e vegetação nativa de Mata Atlântica.
Outro destaque é o Poço das Antas, uma queda d’água cercada por formações rochosas e vegetação densa. Além dele, o Parque Ecológico A Tribuna – um reduto de fauna, flora e minerais da região – também é um ótimo destino natural.

Itanhaém

Também conhecida como “Amazônia Paulista” graças ao grande número de riachos, rios e cachoeiras existentes na região, Itanhaém é a segunda cidade mais antiga do Brasil. O turismo ecológico lá é bem forte e presente, com opções de mergulho e pesca, além de relaxantes passeios de barco.

Um destaque é a Cama de Anchieta, formação rochosa que recebe este nome por supostamente ser um dos locais preferidos do padre José de Anchieta. Grutas, painéis e construções históricas complementam os atrativos da cidade.

Peruíbe

Peruíbe exibe grande parte da Mata Atlântica bem próximas ao oceano. No Rio Guaraú e em seus afluentes, é possível realizar passeios de barco e de caiaque, enquanto a Barra do Una é um ótimo local para descansar e saber um pouco mais das histórias da região junto aos pescadores.

Para conhecer mais sobre a fauna e a flora da região, vá até a Reserva Ecológica Juréia Itatins. Na Aldeia do Piaçaguera, você pode ter contato direto com a cultura tupi-guarani (visitação somente via agências de turismo). Um bom destino histórico se encontra nas Ruínas do Abarebebê, enquanto o Complexo Thermal da Lama Negra oferece produtos estéticos e medicinais à base de lama negra.

Como deu para notar, a Costa da Mata Atlântica tem destinos para todos os gostos. Para desfrutar do seu destino da melhor maneira possível, nada melhor do que estar com uma roupa confortável, não acha? A nossa dica de composição é a camisa Tropical Forest (que é feita 100% de algodão) e a calça Jogging, que é uma mistura de jeans e moletom e tecido de alta elasticidade para maior conforto, com cós ajustável com elástico e cadarço Yellowboot.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.