Europa: as 6 paisagens mais incríveis do Velho Continente!

Europa: as 6 paisagens mais incríveis do Velho Continente!

COMPARTILHE
/ 5165 0

Neste dia 9 de maio, é comemorado o Dia da Europa! A data celebra o dia 9 de maio de 1950, quando foi feita a histórica “Declaração Schumann”, em que Robert Schuman, então ministro dos negócios estrangeiros da França, fez um discurso em que defendeu a integração dos países europeus, o que levou à criação da União Europeia. Quando pensamos em Europa, vêm à mente o imenso legado histórico, artístico e cultural do Velho Continente, Paris, Roma, Berlim, seus museus e monumentos históricos que foram o berço da chamada “Civilização Ocidental”.

Mas, para celebrar o continente europeu, vamos fazer diferente e, em vez de lembrar monumentos como a Torre Eiffel, o Coliseu, a Mona Lisa e o Portão de Brandemburgo, selecionamos seis das paisagens naturais mais deslumbrantes da Europa! Pois é, o continente europeu ainda tem muitos tesouros naturais preservados, e eles valem tanto a pena quanto as riquezas históricas e culturais do Velho Continente. Confira e se apaixone!

 

Dolomitas (Itália)

Montanhas Dolomitas, no Norte da Itália

Foto: Umberto Salvagnin/Flickr – Fonte

 

A Cordilheira dos Alpes domina a paisagem na região entre o sul da França, o norte da Itália, o sul da Alemanha, a Áustria e a Suíça, e é responsável por alguns dos visuais mais bonitos da Europa. Parte da cordilheira localizada no nordeste da Itália é formada por rochas muito brancas, que na antiguidade eram consideradas como calcário. Mas o mineralogista francês Déodat Gratet de Dolomieu determinou em 1789 que as rochas naquela região não eram calcário, e passaram a ser denominadas dolomitas. Hoje a região é considerada um Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO e atrai muitos turistas que podem praticar esqui, trekking, mountain bike, caiaque, rafting e, claro, escalada.

 

Ilhas Faroe (Dinamarca)

Paisagem das Ilhas Faroe, no Mar do Norte

Foto: Stefan Wisselink/Flickr – Fonte

 

Um pequeno arquipélago perdido no Mar do Norte, entre a Grã Bretanha e a Escandinávia, habitado por apenas 47 mil pessoas. Não parece muito atraente, mas as Ilhas Faroe possuem uma paisagem única e muito bem preservada! A geografia peculiar das ilhas inclui muitos fiordes e montanhas cobertas de grama verde, e a temperatura é amenizada pela Corrente do Golfo, que traz águas e ventos mais quentes.

 

Vale do Douro (Portugal)

Paisagem do Vale do Douro, no norte de Portugal

Foto: Marco Varisco/Flickr – Fonte

 

O Rio Douro deságua no Oceano Atlântico na cidade portuguesa do Porto, famosa pelos Vinhos do Porto. Mas os vinhos são apenas armazenados nos imensos depósitos subterrâneos na cidade, onde envelhecem antes de serem exportados para todo o mundo. Eles são produzidos ao longo do Vale do Douro, que se estende pelo interior português e, não por acaso, é apelidado de “Vale Encantado”. As plantações de uva que vão virar vinho se espalham pelos terraços à beira do rio. Ou seja, além de apreciar as lindas vistas do topo das montanhas que margeiam o Douro, você ainda pode visitar as vinícolas, degustar os vinhos e desfrutar das delícias da culinária portuguesa. Vale a pena ir até a fronteira com a Espanha, na cidade de Miranda do Douro, onde o rio entra em Portugal.

 

Mont Saint-Michel (França)

Paisagem do Monte Saint Michel, na Normandia, França

Foto: Joan Campderrós-I-Canas/Flickr – Fonte

 

A foz do Rio Couesnon, na região da Normandia, norte da França, é um dos lugares com maior variação de marés no mundo. Uma montanha rochosa ligada ao continente por um istmo de terra que fica submersa na maré alta, a transformando numa ilha, se tornou um local estratégico. No século VI foi construída lá a primeira abadia dedicada a São Miguel Arcanjo, e depois, durante a Guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra, virou uma fortaleza inexpugnável. Hoje é um dos mais conhecidos destinos turísticos franceses e garantia de fotos incríveis, na maré alta ou baixa.

 

Hallstatt (Áustria)

Lago Halstaat com o vilarejo do mesmo nome e montanhas ao fundo

Foto: Jiuguang Wang/Flickr – Fonte: https://www.flickr.com/photos/jiuguangw/

As montanhas em torno do belo lago Hallstatt, nos Alpes Austríacos, são habitadas pelo homem há milênios. Registros arqueológicos mostram que, na transição da Era do Bronze para a Era do Ferro, a região era uma das mais ricas do mundo, pois abrigava um recurso valioso: o sal armazenado nas montanhas. A primeira mina de sal conhecida da história fica lá e existe desde o ano 1200 a. C.. O gracioso vilarejo à beira do lago e com as montanhas de fundo formam uma paisagem daquelas que viram fundo de tela de computador e pôsteres. Além da visita à mina de sal e as charmosas lojinhas, cafés e restaurantes do centrinho do vilarejo, a região tem muitas trilhas para caminhada e mountain bike e, no inverno, estações de esqui.

 

Açores (Portugal)

Paisagens do Arquipélago dos Açores, no Oceano Atlântico

Foto: Ravi Sarma/Flickr – Fonte

 

O arquipélago dos Açores, território português no meio do Oceano Atlântico, foi formado pela atividade de 1766 vulcões, nove deles ainda ativos. A força dos vulcões, portanto, moldou a paisagem única das ilhas, que tem uma importância estratégica nas navegações desde a época dos Descobrimentos, por estar no meio do caminho entre a Europa e as Américas. Além da paisagem, o visitante pode curtir as águas termais, aquecidas pela atividade vulcânica.

Curtiu? Que outras paisagens incríveis da Europa você conhece e esquecemos de mostrar aqui? Conta pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.